Joel-Peter Witkin nasceu há 75 anos

14 09 2014

witkin_still-life-mexico-e1384119673631

O fotógrafo Joel-Peter Witkin, nasceu, no dia 13 de setembro de 1939, em Brooklyn (Nova Iorque). As suas fotografias constituem uma crítica contundente ao modelo de organização e vida proposto pela sociedade ocidental atual. Por António José André.

Durante a infância, várias experiências serviram de inspiração para as suas obras. No livro “The Bone House”, Witkin conta que, em criança, presenciou um acidente de carro, no qual uma rapariga foi decapitada e a cabeça dela rolou até aos seus pés. O que lhe chamou a atenção foi a impressão obtida a partir dos olhos da rapariga já sem vida.

Depois do liceu, teve um emprego que lhe proporcionou os primeiros conhecimentos sobre técnicas fotográficas De 1961 a 1964, trabalhou como fotoógafo de guerra, no Vietname. Depois do serviço militar, voltou para Nova Iorque, trabalhando como fotógrafo profissional na Cooper Union.

Witkin estudou Escultura e recebeu uma bolsa de estudos em Poesia da Universidade Columbia. Em 1974, recebeu uma bolsa de estudos em Fotografia do New York State Council on the Arts. Em 1977, ganhou uma bolsa da Fundação Ford. Em 1982, 1984 e 1986 foi premiado com a bolsa NEA.

Em 1988, recebeu o International Center of Photography Award. Em 1990, o ministro francês da cultura, Jack Lang, premiou-o como “Cavaleiro das Artes e Letras”. Em 1993, o American Center (Paris) e o NEA possibilitaram-lhe criar um programa permanente de fotografia na França, que depois expandiu para Itália, Eslováquia e Reino Unido.

Vários museus possuem fotografias de Joel-Peter Witkin nos seus acervos permanentes: a Biblioteca Nacional (Paris), o MOMA (São Francisco), o Museu Stedelijk (Amsterdão), o MOMA (Nova Iorque).

A natureza-morta aparece numa grande parte das obras de Witkin. Witkin substituiu as flores, frutas e animais exuberantemente arrumados por corpos humanos sem vida, arranjados em cenas cuja mensagem é realçada pelo nome escolhido para a obra.

Nas suas obras verificam-se nítidas referências aos pintores Picasso, Diego Velásquez, Bosch, Leonardo da Vinci e Goya, entre outros. Witkin, que trabalha principalmente a P/B, desenvolveu técnicas de tratamento das imagens em laboratório para obter fotografias com o aspeto de “envelhecidas”.

Anúncios

Acções

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: